Tal como aconteceu em Março de 2020, os fornecedores de serviços de internet estão a sofrer uma pressão maior ao normal, ocorrendo picos de utilização que podem provocar quebras de sinal e de comunicação.

Nesse sentido, a ECLÉCTICA LEILÕES, deixa algumas dicas para prevenir a perda de algum dos lotes desejados.

1. Verifique o estado da sua ligação à internet

Alguns minutos antes do final do leilão, verifique o estado da sua ligação à internet. Pode fazê-lo abrindo uma nova página no seu browser num outro endereço ou pressionando o botão de "refresh" do seu browser. Pode também recorrer a um sistema de medição da velocidade - por exemplo o NetMede, oficial da Anacom.

Esteja sempre atento aos sinais para compreender se está ligado à internet ou se a ligação é suficientemente rápida para poder licitar.

2. Use a licitação automática (oferta máxima) como plano de retaguarda

O uso da licitação automática é uma ferramenta útil para que não perca o seu lote por valores muito baixos. Mesmo que esteja disposto a, no calor dos últimos minutos do leilão, ir mais além do que inicialmente previu, pelo menos até esse valor a plataforma garante o sucesso da sua licitação.

Essa licitação automática não implicará o pagamento do valor máximo oferecido em caso de compra. Por exemplo, se um lote está em 6€ e realizar uma licitação máxima de 26€, o sistema licitará 7€. Caso outro cliente realize uma licitação, o sistema acompanhará até ao valor máximo estabelecido. Se não houver nenhuma outra licitação, o lote será arrematado por 7€.

3. Não deixe as suas licitações para os últimos segundos.

Deixar as licitações para os últimos segundos pode levar a que, por quebra de comunicação momentânea, as mesmas não sejam registadas pela plataforma, levando a que perca o lote desejado. Verifique o estado das suas licitações alguns minutos antes e acompanhe a licitação com a maior antecedência possível.

Se quiser acompanhar e licitar próximo do final do leilão, tenha à mão outro dispositivo que aceda à internet a partir de outra rede. Por exemplo, use o computador de casa ligado à rede wifi e tenha à mão o seu "smartphone" ligado à rede móvel e desligado da rede wifi. Deste modo, caso sinta algum problema, poderá tentar aceder.