Ecléctica Leilões

Voltar

30 de Maio

COUTO (Diogo do). VIDA de D. Paulo de Lima Pereira Capitam Mor de armadas do Estado da India, onde por seu valor, e esforço nas batalhas de mar, e terra, de que sempre conseguio cloriosas vitorias, f

Lote:
223.057(72-61)
Leilão:
S223
Estado:
Terminado
Nº de Licitações:
0

Descrição

COUTO (Diogo do).
VIDA de D. Paulo de Lima Pereira Capitam Mor de armadas do Estado da India, onde por seu valor, e esforço nas batalhas de mar, e terra, de que sempre conseguio cloriosas vitorias, foy chamado o Hercules Portuguez. Com huma descripção que de novo deixou feita o mesmo Author desde a Terra dos fumos até o Cabo das Correntes, para muitos util, e para todos grata.
Lisboa: Na Offiina de Jozé Filippe, 1765.
§8, A-Z8, Aa-Dd8; [16], 426, [6] pp.; 155 mm. Encadernação inteira de pele marmoreada do s. XIX; corte das folhas carminado; assinaturas de posse no frontispício; frontispício espelhado; pequeno restauro marginal no primeiro fólio preliminar; ocasionais picos de traça marginais.
PRIMEIRA EDIÇÃO. RARO. D. Paulo de Lima Pereira (1538-1589) foi um fidalgo aventureiro português, bastante destemido e que se bateu em vários combates navais no Oriente português durante cerca de 25 anos. Filho de D. António de Lima, partiu para a Índia na nau Santa Maria da Barca da armada de D. Fernando de Menezes em 1557. No entanto, o navio onde seguia teve de ser reparado ainda no rio Tejo partindo em Maio desse ano quando o resto da armada já navegava há mais de um mês. Chegou finalmente a Goa em Dezembro de 1558 tendo de imediato partido com Luís de Melo e Silva para Cananor. Destacando-se, logo em 1560 lhe foi dado o comando de um pequeno navio da armada de D. Constantino de Bragança contra o reino de Jaffna e em 1565 capitaneou a galeota S. João Baptista tendo sido ferido na sequência do feroz combate em Malabar contra o corsário Canatale. Depois de uma longa recuperação, regressa ao mar, tendo desde então integrado várias armadas e combatendo em Damão, Ormuz e Dabul. Em 1583 toma posse como capitão da fortaleza de Chaul e finalmente embarcou para Lisboa na nau S. Tomé em 1589 que naufragou a Sul de Inhaca, acabando por falecer na baía de Maputo a 2 de Agosto desse ano. A obra de Diogo do Couto, publicada postumamente, é o único relato coevo da vida e feitos navais de D. Paulo de Lima. bib: Inocêncio, v. 2, p. 155

 


Todas as informações contidas no site ECLÉCTICA LEILÕES® são sua propriedade exclusiva e não podem ser reproduzidas sem autorização prévia


A Carregar Informação