Ecléctica Leilões

Voltar

30 de Maio

CAPMANY Y DE MONPALAU (Antonio de), ed.. CODIGO de las Costumbres Maritimas de Barcelona, hasta aqui vulgarmente llamado Libro del Cosulado. Madrid. 1791

Lote:
223.041(72-46)
Leilão:
S223
Estado:
Terminado
Nº de Licitações:
0

Descrição

CAPMANY Y DE MONPALAU (Antonio de), ed..
CODIGO de las Costumbres Maritimas de Barcelona, hasta aqui vulgarmente llamado Libro del Cosulado. Nuevamente traducido al Castellano con el texto lemosin restituido á su original integridad y pureza; é ilustrado con varios apéndices, glosarios, y observaciones históricas.
Madrid: en la Imprenta de Don Antonio de Sancha, 1791.
A-K4, L1, A-Z4, Aa-Zz4; LXXXII, [2], 368 pp.; 275 mm. Exemplar com a folha de dedicatória proveniente de outro exemplar e colocada antes do anterrosto; encadernação inteira de pele da época, cansada; corte das folhas carminado; alguma acidez.
Uma das mais importantes edições da famosa compilação de normas e códigos que regularam a circulação e comércio marítimo no Mediterrâneo, editada e traduzida por Antonio de Capmany à qual juntou o seu importantíssimo estudo sobre o texto original. A sua introdução, publicada com o título ‘Discurso del Editor’ é a primeira abordagem relevante ao estudo externo do código e o primeiro trabalho publicado sobre o tema que reflecte a nova orientação crítica e erudita dos estudos históricos em Espanha do século XVIII. A obra de Capmany abriu o caminho para todos os estudos que se lhe seguiram quer de autores espanhóis, quer de autores estrangeiros. O “Lliber del Consolat de Mar” foi de extraordinária importância para as actividades comerciais espanholas durante vários séculos, pois era este instrumento que regulava todo o comércio marítimo, incluindo com a América Latina. De origem mediterrânea, os Consulados do Mar surgiram no seguimento do crescimento do comércio marítimo nos finais do século XIII e, principalmente, XIV. O primeiro Consulado de Mar espanhol surge no ano de 1283 por iniciativa de Pedro III de Aragão que logo ordenou que se aplicassem os usos e costumes marítimos de Barcelona e que ainda não haviam sido codificados. Surgiu assim o “Lliber del Consolat de Mar” que serviu de código para todo o comércio do mediterrâneo até ao aparecimento da “Ordennace de la Marine” em 1681. bib: Salvá, 3644

 


Todas as informações contidas no site ECLÉCTICA LEILÕES® são sua propriedade exclusiva e não podem ser reproduzidas sem autorização prévia


A Carregar Informação