Ecléctica Leilões

Voltar

30 de Outubro

CASTRO (D. João de). PRIMEIRO ROTEIRO DA COSTA DA INDIA; Desde Goa até Dio: Narrando a Viagem que fez o Vice-Rei D. Garcia de Noronha em soccorro desta Ultima Cidade. 1538-1539. Porto. 1843

Lote:
174.040(45-43)
Leilão:
S174
Estado:
Terminado
Nº de Licitações:
1

Descrição

CASTRO (D. João de).
PRIMEIRO ROTEIRO DA COSTA DA INDIA; Desde Goa até Dio: Narrando a Viagem que fez o Vice-Rei D. Garcia de Noronha em soccorro desta Ultima Cidade. 1538-1539. Segundo MS. Autographo. - Publicado / por Diogo Köpke [...].
Porto: Typographia Commercial Portuense, 1843.
2. v.; v. de texto: XLIV-XII-[2]-284 pp., 4 est., 1 retrato; atlas:[1] fol., 15 mapas.: il.; 255 mm e 320x510. Bom exemplar, apenas ligeiramente aparado no volume de texto, encadernado com lombada em pele da época, títulos a ouro na lombada; limpo; mapas dobrados e encadernados em volume à parte apenas com ligeiríssima acidez.
PRIMEIRA EDIÇÃO. Muito raro e importante roteiro em que D. João de Castro faz o diário da Armada que, sob os comandos de D. Garcia de Noronha, D.João III enviou à Índia para ajuda na defesa das pocessões portuguesas. Os Roteiros de D. João de Castro, três no total, forma um corpo que, segundo Boxer, marcam um ponto de viragem na ciência náutica portuguesa: “the depth of knowledge wich these works reveal is trully extraordinary, and nothing seems to have escaped the keen perception of his scientific mind” [cf. Boxer, C.R, From Lisbon to Goa, 1500-1750, p.IV.174]. Incluído num conjunto de dois Roteiros que o próprio D. João de Castro intitulou “Commentarios Geographicos da Costa da India”, o primeiro roteiro da costa da Índia relata a viagem que se iniciou em 21 de Novembro de 1538 e que terminou, ida e volta, a 29 de Março de 1539. Foi, segundo o prefaciador da edição, escrita algum tempo depois da chegada, ao menos depois de 1 de Fevereiro de 1540 e descreve a hidrografia das costas que percorre, dando ao mesmo tempo um breve esboço geográfico dos países costeiros, algumas noções de história política, outras notas sobre história natural, entre outros. É o primeiro autor a descrever os templos subterrâenso da ilha do Elefante e de Salsete, as ruínas da cidade de Thana, o cais de Quelecim, as colunas de Baçaim; é também o primeiro navegador a realizar largas experiências com a invenção de Pedro Nunes, o instrumento de sombras, um instrumento muito simples, semelhante a um relógio solar, mas com uma inovação engenhosa que permitia fazer directamente as medidas das alturas através das sombras projectadas pelo Sol; e, finalmente, fez vários avanços no conhecimento dos desvios da agulha. O atlas, mais raro que o volume de texto, é composto pelos seguintes mapas: 1. Tavoa de Guoa ha Nova; 2. Tavoa de Goa ha Velha; 3. Tavoa de Carapatam; 4. Tavoa da Mostra que faz a terra e Bahia de Ceitapor; 5. Tavoa do Rio do Betele; 6. Tavoa de Beiçoim; 7. Tavoa de Chaull; 8. Tavoa de Dabull; 9. Tavoa de Quelecim; 10. Tavoa de Cifardam; 11. Tavoa da Mostra que faz a Bahia de Cifardam com a terra que vay até Beiçoim; 12. Tavoa de huma Pomta donde começa hagr amde Emseada que chamam de Pero Soares; 13. Tavoa de Damda; 14. Tavoa de huma Mostra que faz a terra emtre Damda e Chaull; 15. Tavoa de Dio. bib: Inocêncio, v. 3, p. 345; Importante Biblioteca Particular, II, 213; Enciclopedia of Exploration, v.1, p. 202 (C74); BOXER, C.R., “Portuguese Roteiros, 1500-1700” in From Lisbon to Goa, 1500-1700, Studies in Portuguese Maritime Enterprise, London, Variorum Reprints, 1984, secção IV

 


Todas as informações contidas no site ECLÉCTICA LEILÕES® são sua propriedade exclusiva e não podem ser reproduzidas sem autorização prévia


A Carregar Informação