Ecléctica Leilões

Voltar

13 de Fevereiro

DUMOURIEZ (Charles François du Perier). ÉTAT Présent du Royaume de Portugal. Hambourg. 1797

Terminado

Lote:
087.001(24-521)
Leilão:
W087
Estado:
Terminado
Nº de Licitações:
0

Descrição

DUMOURIEZ (Charles François du Perier) ÉTAT Présent du Royaume de Portugal. Nouvelle édition revue, corrigée et considérablement augmentée. Hambourg: Chez P. Chateauneuf, Libraire, 1797. [4], XXVIII, 278 pp., 1 mapa: il.; 240 mm Encadernação moderna com lombada em pele; títulos a ouro na lombada. Dumouriez (1739-1823) foi um importante General francês que comandou importantes vitórias da Revolução Francesa em 1792-93, tendo depois desertado para Áustria. Filho de um comissãrio de guerra, entrou no exército francês em 1758 servindo com destinção contra os Prussianos na guerra dos Sete Anos (1756-63). Luís XV enviou-o em missões diplomáticas secretas a Madrid (1767), Polónia (1770-72) e Suécia (1773), mas foi chamado e aprisionado com a acusação de conspiração. Depois de libertado, em 1778 foi nomeado comandante em Cherbourg onde nos onze anos seguintes supervisionou o desenvolvimento do proto. A Revolução de 1789 abriu novas oportunidades para Dumouriez, ligando-se aos Jacobinos em 1790. Em 1792 foi nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros. Liderando o exército francês contra a Áustria sofreu uma série de contratempos que o impediram de concretizar o desejo de ganhar a batalha rapidamente. Ainda em 1792 é nomeado ministro da Guerra, resignando três dias depois para assumir o comando do exército do Norte. Entretanto a Prússia alia-se à Áustria. Associado a François Christophe Kellermann, Dumouriez conseguiu derrotar o exército Prussiano na Batalha de Valmy e forçou-os a sair de território Francês e logo depois conquistou a Bélgica esmagando o exército austríaco na Batalha de Jemappes. Em 1793, Dumouriez invade a Holanda. Obrigado a retirar para a Bélgica, foi derrotado pelos austríacos em Neerwinden e em Louvain. Negociou então um armistício com o inimigo e fez planos para marchar sobre Paris e tomar a Convenção Nacional. Quando a Convenção enviou o ministro da Guerra, Pierre Riel e quatro comissários para lhe retirar o comando, Dumouriez entregou-os aos Austríacos. As suas tropas desertaram e em Abril também ele desertou para o lado austríaco. A partir da deserção, em Junho de 1793, Dumouriez viajou pela Europa, tendo-se depois fixado em Inglaterra onde garantiu uma pensão no início de 1800. Depois da restauração da monarquia Francesa, tentou regressar ao seu país, mas Luíz XVII recusou sempre o seu pedido. Esta sua obra foi escrita durante uma missão diplomática no ano de 1766, antes da missão a Madrid, e inclui apreciações gerais sobre o nosso país, nomeadamente a sua geografia continental, colónias, exército, características de governo e sociais, incluindo nesta última parte capítulos sobre D. João V, o Conde de Oeiras, a Universidade de Coimbra, etc. Nova edição deste livro que conheceu ampla divulgação.

A Carregar Informação