fbpx

Biblioteca Particular

MEARES (John). VOYAGES Made in the Years 1788 and 1789, from China to the North West Coast of America. London. 1790.

O leilão começará em __ dias e __ horas

Preço base: €2,000

Preço estimado: €2 000 - €2 500

Comissão da leiloeira: 17%

IVA: Sobre a comissão apenas

MEARES (John)

VOYAGES Made in the Years 1788 and 1789, from China to the North West Coast of America. To which are prefixed, an introductory narrative of a voyage performed in 1786, from Bengal, in the ship Nootka; observations on the probable existence of a North West passage; and some account of the trade between the North West Coast of America and China; and the latter country and Great Britain. London: Printed at the Logographic Press, 1790.

viii, [12], xcvi, 372, [108] pp., 10 mapas, 15 [de 18] gravs.: il.; 300 mm. Exemplar com falta de três gravuras, a saber, os retratos "Tianna, a Prince of Atoor" e "Wynee, Native of Onyhee" e uma outra gravura que não conseguimos identificar. Possui a raríssima gravura das Filipinas. Encadernação moderna com lombada em pele; ligeiramente aparado; acidez e manchas.

PRIMEIRA EDIÇÃO de uma das obras fundamentais para a história da costa Noroeste dos Estados Unidos e do Alaska em particular, rica e belamente ilustrada com um total de 28 gravuras, sendo que a grande maioria dos exemplares aparece com apenas 27 gravuras [25 neste exemplar] e até os bibliógrafos diferem no seu número.

As gravuras dividem-se em dez mapas, três deles desdobráveis, quatro retratos, um deles do autor, os restantes de povos autóctones e os restantes com vistas (das quais duas desdobráveis) e perfis de costa de ilhas (quatro delas de folha dupla), das quais se destacam as águas tintas com vistas das Filipinas, Macau, Hawai e a Costa Noroeste dos Estados Unidos.

John Meares (1756-1809) alistou-se na marinha em 1771, serviu no HMS Cruiser, tendo sido promovido a Tenente em 1778 e partido para a Índia em 1783. Em Março de 1786, navegou de Calcutá para Nootka com os navios Nootka e Sea Order. Enquanto o seu companheiro William Tipping, capitão do Sea Order, regressava à China carregado de peles, Meares passava o Inverno em Prince William Sound, no Alaska, só regressando à China em 1787.

No ano seguinte regressa à Costa Noroeste dos Estados Unidos sob bandeira portuguesa e em 1789 une-se com outro comerciante com o objectivo de estabelecer um posto permanente de comércio em Nootka Sound, criando um diferendo diplomático e comercial entre Inglaterra e Espanha e que esteve na origem da Convenção de Nootka em 1790.

Além das suas viagens da China para a América em 1788 e 1789, e que é o principal tema deste seu livro, descreve as viagens anteriores de 1786 e 1787. Possui também descrições detalhadas dos povos Índios da América do Norte, descrevendo vilas, línguas, usos e costumes e da viagem do navio Iphigenia Nubiana, comandado pelo capitão William Douglas, e que visitou as ilhas Sandwich e Nootka Sound.

Muito raro, importante e valioso.

¶ Howgego, v.1, M86; Sabin 47260